Águas dos rios Vermelho e Itapecerica estão impróprias para o consumo

Prefeitura contratou empresa para fazer análises físico-química, bacteriológica e de metais pesados da água
Publicado em: 11 de Setembro de 2017 . Última Atualização: 11 de Setembro de 2017


Devido à mortandade de peixes verificada recentemente nos rios Vermelho e Itapecerica, a Prefeitura contratou o Centro de Inovação e Tecnologia Senai Fiemg – Campus Cetec para fazer análises físico-química, bacteriológica e de metais pesados da água.

Os resultados das análises da qualidade da água mostram que, de acordo com a Legislação Ambiental, os rios Vermelho e Itapecerica, neste município, estão enquadrados na classe 4 de água doce, a qual pode ser utilizada apenas para navegação e para harmonia paisagística. Ou seja, o contato direto ou mesmo indireto com este tipo de água não é recomendado.

O córrego Tamanduá, por sua vez, está enquadrado na classe 2 de água doce, que pode ser usada como abastecimento para consumo humano após tratamento convencional, para recreação de contato primário, tal como a natação, para pesca e irrigação.

Diante dos fatos, a Prefeitura já tomou as providências cabíveis junto ao Ministério Público.

 




TAG's: Águas, rios, Vermelho, Itapecerica, impróprias, consumo

Inicial | Voltar
Link permanente: